Bom dia! Hoje é quinta, 23 de novembro de 2017
Home / Notícias / Na volta às aulas, professores da rede municipal de ensino participam de formação

Na volta às aulas, professores da rede municipal de ensino participam de formação

/
/
/
64 Visualizações

Qual o papel do educador? Quem é a criança recebida em nossas escolas? Porque precisamos pensar nos espaços escolares? Todas essas perguntas foram feitas durante o encontro de formação realizado na segunda-feira, dia 24 de julho, das 9 às 18 horas, no Centro de Eventos, em Bataguassu para mais de 150 profissionais que atuam na área da educação infantil e séries iniciais dos municípios de Bataguassu, Anaurilândia, Brasilândia e Santa Rita do Pardo.

Na capacitação, a palestrante Tais Romero, pedagoga e psicopedagoga diretora do grupo “Pedagogia Subjetividade” explicou que a atividade teve como objetivo debater a educação infantil e apresentar a importância do espaço escolar dentro da primeira infância, que segundo ela, é o terceiro educador. “Entendemos como primeiro educador a família; o segundo educador, as crianças entre elas e o terceiro educador o espaço organizado na escola para que as crianças aprendam”, disse palestrante.

Tais comentou que durante a atividade foi apresentada a experiência da escola Fabulinus, de Buenos Aires (Argentina), que trabalha com a proposta de que a criança é o centro da aprendizagem e que visa resgatar o educador e oferecê-lo um novo olhar no processo de ensino-aprendizagem. “O professor deve saber quem são as crianças que habitam os espaços escolares e como esses espaços devem ser organizados para que esses alunos aprendam. É uma proposta que não tem apostila, não tem método, apenas o olhar do educador para a criança como protagonista para que eles possam auxiliar essa infância de um jeito diferente”, lembrou.

A pedagoga salientou que com o passar dos anos, o educador se transforma em um técnico, reproduzindo, por muitas vez, o que está na apostila e nos livros e não observa o que a criança fala, percebe e descobre. “Essa formação visa provocar o professor para que ele seja pesquisador, um professor curioso, um professor que estuda, que lê e que propõe coisas diferentes no processo educacional”, frisou.

Tais expôs ainda durante a palestra os territórios fazendo uma metáfora aos espaços que as crianças conquistam dentro da escola.

CAPACITAÇÃO

A capacitação oferecida aos profissionais de educação marcou a volta às aulas após o período de recesso escolar, em Bataguassu. Na abertura do evento, a secretária municipal de Educação e Cultura do município sede do evento, Regina Duarte de Barros Dovale agradeceu a participação de todos os professores presentes e a parceria entre a Fundação AH e as Secretarias Municipais de Educação e Cultura de Bataguassu, Anaurilândia, Santa Rita do Pardo e Brasilândia, que permitiu a realização da atividade.

Regina destacou na ocasião que os professores que atuam na área da educação infantil há algum tempo não passavam por formação e que a administração municipal sabia dessa necessidade, o que foi resolvido com o oferecimento do referido curso.

Na oportunidade, o prefeito de Bataguassu, Pedro Arlei Caravina (PSDB), presidente da Assomasul, agradeceu a todos os profissionais pela presença e salientou a importância das  parcerias entre os municípios bem como entre iniciativa pública e privada, que permite o aprimoramento do ensino, oferecendo uma educação de qualidade aos alunos das séries iniciais.

Prestigiaram o evento, o prefeito de Santa Rita do Pardo, Cacildo Dagno Pereira (PSDB), a secretária municipal de Educação, Cultura, Esportes e Lazer de Santa Rita do Pardo, Kátia Cristina da Silva, a assessora educacional da Fundação AH, Julia Höfig e demais representantes dos municípios.

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *