Bom dia! Hoje é quinta, 23 de novembro de 2017
Home / Notícias / Orgulho e saudade: Em 7 de Novembro de 1993, Senna venceu pela última vez

Orgulho e saudade: Em 7 de Novembro de 1993, Senna venceu pela última vez

/
/
/
21 Visualizações

Por: Gabriel Torres / Definitiva FM

 

Era Novembro e o calendário de 1993 apontava a data 7. Muitos viveram esse cenário e eu verdadeiramente os invejo. Sinto por ter apenas os relatos, vídeos e a emoção que nasce com todo o brasileiro quando o assunto em pauta é Ayrton Senna. Se para mim não foi possível acompanhá-lo ao vivo, deixo a minha homenagem sempre a tempo para uma das maiores feras das pistas, que em um dia como o de hoje, há 24 anos, no circuito de Adelaide, na Austrália, conquistou a sua última vitória na carreira.

Era a última corrida de Ayrton Senna pela McLaren, dando fim assim a uma das parcerias mais vitoriosas da fórmula 1, que rendeu o tri campeonato de Ayrton nos anos de 1988, 1990 e 1991. Era a última corrida da temporada de 1993 e no ano seguinte Ayrton trocaria de escuderia, passando a pilotar a Williams, pela qual disputou apenas três corridas.

A CORRIDA

Retornando ao cenário da corrida, me pego assistindo um vídeo da mesma, onde mostra as suas últimas 13 voltas. Nas três primeiras voltas que acompanho pouco foi comentado sobre a corrida em si, mas sim sobre a repercussão que traria a saída de Senna da McLaren. Cogitava-se que Rubens Barrichello pudesse ocupar o lugar do piloto brasileiro, mas não foi exatamente isso o que aconteceu. Restando 10 voltas para o fim, a corrida volta a ser comentada pelo desempenho dentro da pista, em momento que Ayrton Senna abria 13.1 segundos do então Campeão mundial, Alain Prost.

Retardatários na frente do piloto francês davam tranquilidade para a corrida de Senna. Ainda durante a transmissão, foi comentado sobre uma briga que Ayrton teve com jornalistas ingleses, após a repercussão de um conflito seu com o piloto irlandês Eddie Irvine. O temperamento explosivo de Senna rendeu muitos capítulos quentes envolvendo o seu nome na história da Fórmula 1, mas apenas alguém de tamanho talento conseguiria incomodar por tantas vezes, da mesma forma que em outras se sentiu incomodado.

O QUE ERA ESPERADO POR TODOS

Na sequência da transmissão, se projeta o futuro de Senna, comentando aquilo que todo brasileiro gostaria de vivenciar. Com a vitória na última corrida do ano de 1993, Ayrton alcançou a sua 41° vitória na Fórmula 1, tendo 10 a menos que o seu rival Alain Prost, que naquela corrida dava adeus a competição. O esperado era que o brasileiro ultrapassasse a marca do francês atuando pela Williams.

Entre projeções e esperança, Senna vai finalizando a sua última vitória. Talvez momentos como esse nos ensine a aproveitar cada vez mais as alegrias, abraçar, chorar e vibrar, pois Senna nas pistas e em seus depoimentos ensinou mais do que como um atleta, também deu aulas de humanidade.

O texto se finaliza com o tema da vitória, onde as lágrimas do rosto de quem escreve já se encontra molhado, tal qual as pistas que Ayrton sempre preferiu.

Na ponta dos dedos e no fundo do coração, Ayrton Senna foi o herói de uma nação!

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *