Bom dia! Hoje é domingo, 19 de novembro de 2017
Home / Notícias / Tem tratamento! O que causa e como se trata a calvície feminina

Tem tratamento! O que causa e como se trata a calvície feminina

/
/
/
75 Visualizações
A calvície em mulheres é bastante preocupante para as pacientes, pois é impossível separar essa questão da cobrança estética

Menos conhecida do que a masculina, a calvície feminina é ainda pouco falada. Apesar disso, o problema tem sido cada vez mais diagnosticado e é causa de pavor entre as mulheres.

O médico Thiago Bianco, considerado um dos pioneiros da técnica de implante microfolicular guiado por vídeo no Brasil, fala sobre o problema. Tire todas as suas dúvidas agora.

Como a calvície feminina é encarada?

A calvície ou falha capilar em mulheres é bastante preocupante para as pacientes, pois é impossível separar essa questão da cobrança estética e pressão social sobre a aparência feminina. Em alguns casos, a calvície na mulher pode afetar até a saúde psicológica.

Quais são as áreas mais atingidas pela calvície nas mulheres?

O médico Thiago Bianco explica que enquanto a calvície nos homens se concentra em áreas específicas do couro cabeludo, quando o problema atinge as mulheres, ele tende a ser espalhado, o que torna a situação ainda mais incômoda para elas.

Entretanto, o especialista lembra que isso não impede que elas recorram a um transplante capilar e que o mesmo seja bem-sucedido. “Toda a área afetada sofre da diminuição da massa capilar, tornando o procedimento mais delicado, porém tão efetivo quanto o transplante em homens, o que irá depender da habilidade do cirurgião”.

Quais as causas da calvície feminina?

Algumas situações provocam a calvície nas mulheres. O especialista elenca algumas. A primeira delas é a queda capilar pós-gestacional. Algumas mamães costumam apresentar uma queda fora do normal dos fios após o parto. Outra situação comum são as dietas muito restritivas. Por fim, doenças relacionadas à tireoide e a diminuição de uma proteína do fígado, chamada ferritina, também podem provocar o problema.

Em que casos é indicado implante capilar?

Essa avaliação somente deve ser feita pelo médico em uma consulta presencial. Entretanto, o especialista Bianco faz questão de lembrar que o processo não é feito automaticamente, mas sim depois de um tratamento inicial sem intervenção cirúrgica. “Uma vez que houve a perda da massa capilar estabilizamos o quadro de calvície e somente depois aplica-se a restauração cirúrgica nas regiões afetadas”, explica o profissional.

Quais são os tratamentos indicados?

O site do médico Thiago Bianco indica, além do transplante, a micropigmentação capilar. Ela é “uma técnica onde com o auxílio de uma máquina especifica será realizada a reprodução de uma unidade folicular”.

Segundo as informações do portal, a espessura da agulha se assemelha ao tamanho da unidade folicular, deixando a micropigmentação muito natural. Além disso, o pigmento utilizado não muda de cor e precisa somente de retoques a cada 4 ou 5 anos.

Fonte: Garota Beleza (https://garotabeleza.com.br)

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *