Bom dia! Hoje é quinta, 23 de novembro de 2017
Home / Notícias / Prefeitura de Bataguassu busca ampliar índices de coleta seletiva no município

Prefeitura de Bataguassu busca ampliar índices de coleta seletiva no município

/
/
/
82 Visualizações

A coleta seletiva foi tema de uma palestra promovida na última terça-feira, dia 23 de maio, na Câmara de Vereadores de Bataguassu, pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e de Meio Ambiente, por meio do Núcleo Municipal de Meio Ambiente.

A reunião de trabalho teve como público-alvo representantes de órgãos públicos municipais, estaduais e federais, com a intenção de disseminar o trabalho da coleta seletiva desenvolvida no município desde o final de 2015, buscando ampliar a quantidade de resíduos recicláveis coletados no município e maior adesão da comunidade em relação ao tema.

Na abertura, o prefeito de Bataguassu, Pedro Arlei Caravina (PSDB) disse que a atual administração municipal sempre esteve preocupada com as questões ligadas ao meio ambiente e saneamento básico.

Caravina comentou que antes de assumir a administração, a coleta de lixo era realizada pela Prefeitura, com caminhões abertos e lixo exposto; profissionais sem uso de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) e sem a existência de um projeto específico para a coleta seletiva. “Quando assumimos, resolvemos terceirizar os serviços a partir da empresa Morhena, que passou a coletar os resíduos sólidos e também dos materiais recicláveis”, lembrou ele.

O prefeito salientou que Bataguassu é um dos únicos municípios do Estado a ter desativado o lixão municipal no ano passado, cumprindo, desta forma, o que determina a Lei Federal nº 12.305/10. No local, atualmente, funcionam a estação de transbordo de resíduos sólidos e o centro de reciclagem, sendo que a área degradada já passa por recuperação.

O chefe do Executivo explicou aos presentes que o lixo orgânico acumulado no município é encaminhado semanalmente para um aterro sanitário devidamente licenciado localizado entre os municípios de Água Clara e Três Lagoas. “Os resíduos produzidos nas residências e comércios continuam sendo recolhidos pela Morhena e armazenados em containers instalados na área da estação de transbordo, que na sequência, é transportado pela empresa Kurica Ambiental S/A, contratada via processo licitatório pela administração municipal para realizar o transporte para o aterro sanitário”, citou.

Caravina informou aos presentes que em média, 15 toneladas de resíduos são produzidos por dia em todo município e que o custo para o transporte é de R$ 70 mil mensais.

Quanto ao trabalho de reciclagem, o chefe do Executivo acrescentou que em parceria com a empresa Morhena, a coleta seletiva vem sendo desenvolvida desde 2015 em Bataguassu, com abrangência em todos os bairros e Distrito de Nova Porto XV. Em média, são recolhidos mensalmente em torno de uma tonelada de materiais no município. “Queremos que esse número de materiais recicláveis seja ampliado, começando com o trabalho de separação em nossas casas, até para que possamos conseguir obter mais recursos para essa finalidade”, pontuou ele, lembrando que projetos relacionados a educação ambiental serão intensificados, com a perspectiva da participação de escolas locais e demais órgãos envolvidos.

Participaram da atividade, o responsável pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e de Meio Ambiente, Alessandro Firmino de Souza; as secretárias municipais de Assistência Social, Ana Nely Castello Branco; e de Saúde, Maria Angélica Benetasso; os vereadores Reginaldo Alves Costa (PSDB) e Renato Ferreira da Silva (PTB), além de professores, coordenadores e diretores de escolas; e demais representantes de órgãos públicos locais.

PALESTRA

Durante a palestra sobre o tema reciclagem, o chefe do Núcleo Municipal de Meio Ambiente, Diego Moreno comentou sobre o conceito de reciclagem, quais materiais devem ser separados (papel, plástico, vidro e metal) e especificamente sobre o serviço de coleta seletiva realizado no município.

Diego salientou sobre a proposta é estimular a destinação e separação correta dos materiais recicláveis no município, com maior adesão da comunidade.

O chefe do Núcleo lembrou ainda que o município estuda a instalação de um ecoponto para a entrega de pilhas, pneus e materiais eletrônicos.

COLETA SELETIVA

Confira os dias e horários da coleta seletiva no município

Horário: Das 8 às 11h20; e das 13h30 às 17h30

Segunda – feira: Comércio, Centro e Jardim Santa Maria

Terça-feira: Jardim Santa Luzia, Jardim Primavera, Jardim Recanto, Jardim Acapulco, Jardim São Pedro, Jardim Novo Horizonte, Jardim Santa Rosa, Jardim Real e Jardim Irmão Sollito;

Quarta-feira: Comércio, Residencial Modelo I e III e Jardim América I, II e III;

Quinta-feira: Jardim São Francisco, Jardim Vila Nova, Jardim São João, Residencial Modelo II, Jardim Campo Grande e Jardim Bongiovani;

Sexta-feira: Comércio, Centro e Jardim Santa Maria;

Sábado: Distrito de Nova Porto XV

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *